Thursday, March 23, 2006

tenho pressa(desta vez mesmo a serio) mas nao queria deixar de vos contar isto.
1. o dia da poesia saiu nos jornais. os nossos panos ao sol, nos jornais. wow.
2. havia t-shirts "vazias", por escrever, com lapis pendurados, para quem quissesse estender poesia ao sol. nunca achei que os "fechados, passivos trentinos", como se auto-intitulam, escrevessem o quer que fosse. custava, alias, manter a esperança que as pessoas perdessem o tempo a ler. leram. e escreveram. um senhor, o karin (so sei o nome porque assinou), escreveu uma coisa mesmo boa. quero voltar a encontra-los pelas ruas de trento, tenho tantas perguntas a fazer-lhe! segundo os meus preconceitos, depois de tres segundos de o ter visto, acho que sera de marrocos, ou argelia ou assim. diria imigrante ilegal a procura de trabalho numas obras. digo eu, repito, que nem nunca falei com ele. e sabem o que escreveu: "nul n'a l'honneur d'avoir une vie qui soit a lui". que seria qualquer coisa como "nada tem a honra que tem ter-se uma vida sua".
catchim.