Thursday, January 19, 2006

18 de janeiro
Mais um dia, mais um post.
Descobri hoje que posso vir a Internet com o meu computador, na biblioteca.
Sim, parece engraçado a velocidade com que mudo de opinião.
Nem há 15 dias ter Internet em casa, o dia inteiro, o tempo que eu quisesse, onde eu quisesse, era um bem de primeira necessidade, uma coisa imprescindível e irrisório pensar sequer noutra maneira de viver.
E hoje saltei horas e horas de alegria porque posso carregar o meu computador durante uma viagem de 40 minutos de autocarro numa cidade que vive a graus negativos há meses, para ligar-me à Internet durante talvez meia hora para depois ir ter reuniões estranhas com pessoas que falam muito rápido italiano e riem-se tantas vezes de coisas que nenhum de nós percebe, e depois ir trabalhar das 14h às 21h30.
E é mesmo genuína alegria, esta.